All for Joomla The Word of Web Design

Laboratório de Arqueologia, Etnologia e Etno-História

Tools
Lúcio Tadeu Mota
O Programa Interdisciplinar de Estudos de Populações - Laboratório de Arqueologia, Etnologia e Etno-história da Universidade Estadual de Maringá (Pr), foi criado em 1996 e instalado em 1997, num antigo depósito de café (Tulha), cedido pela Cia Melhoramentos Norte do Paraná. Ele foi desmontado em seu local de origem, uma antiga fazenda de café da Cia e reconstruído no campus da UEM com adaptações para servir às necessidades típicas de um laboratório de pesquisa. O prédio construído com madeira, cujas características arquitetônicas externas foram conservadas, possuindo uma área útil de 265 metros quadrados, dividida entre laboratório, depósito, biblioteca, salas dos pesquisadores, secretaria e sala de reuniões/aulas.

Em janeiro de 1988 o Magnifico Reitor da UEM, Dr. Luiz Antônio de Souza, através da Portaria No 338/98-GRE (Anexo 1) instituiu formalmente o Programa Interdisciplinar de Estudos de Populações - Laboratório de Arqueologia, Etnologia e Etno-história da Universidade Estadual de Maringá, enquanto um Programa que se propõe a pesquisar as relações sócioculturais entre as populações indígenas no Sul do Brasil com as sociedades envolventes.

A pesquisa implementada no LAEE - LABORATÓRIO DE ARQUEOLOGIA, ETNOLOGIA E ETNO-HISTÓRIA, problematiza a ideia de que as propostas de investigação interdisciplinar tornaram-se corriqueiras no meio acadêmico brasileiro nas últimas duas décadas, todavia, ações efetivamente interdisciplinares continuam bastante raras. Muitos pesquisadores procuram explorar questões e noções advindas de diferentes áreas, mas por trabalharem isolados, podem incorrer em definições conceituais não adequadas na abordagem dos objetos de pesquisa bem como não definir de forma apropriada os instrumentos de coleta, organização e análise dos dados. A alternativa para superar tais situações reside na prática coletiva interdisciplinar, ou seja, diferentes pesquisadores concorrendo para o diálogo comum a partir de suas competências específicas.
Humanas
Desde 2008 o LAEE está autorizado pelo IPHAN a emitir Endossos Institucionais para pesquisas arqueológicas e a receber e responsabilizar pela guarda de materiais arqueológicos resgatados nessas pesquisas. Desde então o LAEE emitiu mais de uma centena de Endossos e tem recebido uma significativa coleção de artefatos arqueológicos que estão sendo acervados em sua Reserva Técnica.

Projeto de Pesquisa: A história dos índios Kaingang no vale do rio Tibagi – Pr. 1889 a 1949.

Atividade de Extensão, pesquisa e ensino: Programa Observatório da Educação Indígena - UEM

Projeto de pesquisa: JANÉ REKÓ PORONUHÁ (O Contar de Nossa Existência) Programa Interinstitucional e Multidisciplinar de Pesquisa Sobre o Povo Xetá

Projeto de Extensão e pesquisa: Diagnóstico Sócio-Ambiental da Terra Indígena Apucaraninha – PR

Projeto de Extensão Pesquisa e Ensino: Diagnóstico Sócio-Educativo da não Alfabetização Indígena e Formação de Agentes Culturais Alfabetizadores nas Terras Indígenas Ivaí, Faxinal, Queimadas e Mococa no Paraná.

Projeto de Pesquisa arqueológica na Redução Jesuítica de Santo Inácio do Ipaumbucu Pr
Etnohistória; Arqueologia; Etnologia; Educação Escolar Indígenas; Minorias étnicas
1996
Não
Sim
Sim
Sim
Sim
Não

Áreas atendidas

Arqueologia, História, Etnologia e Educação Escolar Indígena

Contato

Nenhum risco